Saturday, September 1, 2007

PERFORMANCE BY THE FICTIONARY PLAYERS @ BERLIN


06_07 2007







Sunday, April 29, 2007


abertura do lusolounge na rosalux gallery em berlim (evento que o festival está a apoiar e a colaborar, estando representados alguns artistas propostos pela direcção do festival iman)...
ver algumas imagens:

Monday, April 23, 2007

2007. 21. 04 @ caf: abertura oficial do festival iman (com public performedia)


public performedia
na imagem (alexandre a.r. costa & jorge fernando dos santos)
fotografia: joão macedo

2007. 21. 04 @ caf: abertura oficial do festival iman (com pal / pedro almeida)


pal (pedro almeida)
fotografia: joão macedo

2007. 21. 04 @ caf: abertura oficial do festival iman


"public performedia + pal": uma jam session com os protagonistas da noite.

fotografia: joão macedo.

2007. 21. 04 @ galeria/projecto: quarto escuro


luís magalhães & luís figueiredo
fotografia: joão macedo

Friday, April 20, 2007

AS SEGUINTES IMAGENS SÃO CORRESPONDENTES À PRÉ-ABERTURA DO FESTIVAL (ACONTECEU A MESMA NO DIA 14 DE ABRIL)
A ABERTURA DO FESTIVAL ACONTECERÁ
21 DE ABRIL ÀS 23H NO CAF
(CASA DAS ARTES DE FAMALICÃO)
COM O INTERMEDIA ART SHOW:
PAL + PUBLIC PERFORMEDIA.
A ENTRADA É GRATUITA.

Tuesday, April 17, 2007



projecto quarto escuro - video arte - galeria

fotografia de joão macedo



anthony elliott (time, gravity and motion)

fotografia de joão macedo



condomínio fechado

fotografia de joão macedo



(da fama calhauísta) coma calhau! (marta ângela & joão alves)

fotografia de joão macedo



waste disposal machine (concerto em parceria com o projecto pegadas no tecto)

fotografia: joão macedo

Wednesday, April 11, 2007

3º FESTIVAL INTERNACIONAL
ARTE CONTEMPORÂNEA / ARTE EXPERIMENTAL
I.M.A.N. 07

__________________________________________

pré-abertura: 14 ABRIL_16H: Edifício “A eléctrica” – Dupless club em V.N.Famalicão (junto à Câmara Municipal)


abertura: 21 ABRIL_23H: CASA DAS ARTES de V.N.Famalicão
21 de ABRIL – 07 JULHO

Portugal:
Vila Nova de Famalicão
> Casa das Artes

> Edifício “A eléctrica” – Dupless club
Braga
> Theatro Circo

> Sala de exposições, Sala áudio-visuais e Auditório da Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva
Porto
> Cinema Batalha

> Maus Hábitos - Espaço de Intervenção Cultural
Alemanha:
Berlim
> Rosalux Gallery

> Zero Gallery


INFORMAÇÕES ADICIONAIS EM:
www.iman-arte.blogspot.com

Contacto:
directoriman@gmail.com
+351 936 35 87 43 (Direcção do Festival)

O Festival Internacional de Arte Contemporânea . Arte Experimental – I.M.A.N. sendo a abreviação de (intermédia, multimédia, acção e nada), surge em 2005 numa perspectiva de divulgação do universo da experimentação e da criação artística no plano nacional e internacional, em Vila Nova de Famalicão, na Casa das Artes com duas extensões na cidade do Porto, no espaço Artes Múltiplas e no espaço alternativo Salão Olímpico. A Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão foi nesta matéria a instituição/organismo tutelar, que colaborou desde o início e apoiou de forma directa este evento.

A direcção artística do festival está a cargo de Alexandre A. R. Costa:
artista plástico, performer, músico, comprometido com a curadoria independente em arte contemporânea onde se conta o comissariado e a sua participação como fundador do projecto programático Artemosferas no porto de 2001 a 2003. Desenvolve ainda actividades de coordenação e docência no ensino superior em arte contemporânea / performance, instalação e novas tecnologias, semiologia das artes, experimentação e criação artística, gestão de espaços e projectos culturais.

Objectivos gerais do evento:
Procura sistemática da actualização de territórios, processos diversos e opções diversas, pelas várias possibilidades de obras e discursos previamente contextualizados e apresentados no âmbito da criação e produção artística contemporânea. Pretende-se o teste ou (de)teste das novas tecnologias a partir de qualquer expressão artística contemporânea.

Promover de uma forma dinâmica através de uma estratégia de extensões do festival a várias cidades, a divulgação da arte contemporânea e das suas vertentes artísticas mais experimentais e emergentes…

Em 2005, a questão apresentada no texto “up side down, ou os roteiros para evitar la buena-dicha…”, patente no catálogo do evento, era esta: que roteiros parir ou sacudir a partir de hoje?
Vai agora iniciar-se a 3ª Edição em 2007, a procura continua, desinteressada e sem pretensões de se apoiar em programações para maiorias, a procura é ela própria o bastante…

Em 2007:
O evento este ano, desenvolve-se sob o conceito curatorial:
"the art of noise": estímulos para desenhar territórios.
A ideia é apenas de colocar aos artistas uma questão simples para a reflexão em torno da contemporaneidade, sendo o i.m.a.n. um evento que questiona a sua própria definição curatorial... o mais importante é mesmo o desenvolvimento dos trabalhos de cada um dos participantes e o modo como estes lidam com questões do circuito criado e com objectivos claros para a produção e divulgação da arte emergente a par da mais consolidada.

Recuperando o manifesto de Luigi Russolo e o ruído como linguagem, coloca-se a questão: num mundo actualmente repleto de ruído sonoro e visual, que direcções tomar na experimentação e criação artística?

Novidades para este ano:
Inaugura-se no dia 14 de Abril, uma galeria designada: "quarto escuro", situada no centro da cidade de Vila Nova de Famalicão. Esta área dedicada essencialmente à video-arte está inserida no edifício “a eléctrica” - dupless club que apoia o festival em formato de parceria.

A organização do festival desenvolverá as suas actividades neste espaço e em espaços culturais institucionais e alternativos nesta e outras cidades, nomeadamente:

Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão
(que apoia o festival de forma indubitável desde a sua primeira edição, onde oficialmente se inaugura o Festival e de onde partem as extensões para outras cidades).

Como vem sendo prática da estrutura deste evento transdisciplinar, o festival estende-se a outras cidades intervindo este ano em:
> Braga, no renovado Theatro Circo e na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva.
> Porto, no espaço de intervenção artística, Maus Hábitos e no renovado Cinema Batalha.
Lisboa estava nos planos do festival mas…
Berlim antecipou-se e associou-se ao festival por intermédio de duas galerias/projectos: Zero Gallery e Rosalux Gallery… no dia 25 de Abril (pontualmente, haverá um intercâmbio entre o festival i.m.a.n. e o LusoLounge em Berlim, organizado pela Rosalux, com o propósito de divulgar trabalho de artistas portugueses e no mês de Julho, com inaugurações nos dias 06 e 07, o festival estará em berlim com conferências, performances, exposições/instalações, intermedia art shows/concertos, etc., na Rosalux e na Zero Gallery.

PROGRAMA DO DIA 14 de Abril
(pré-abertura do Festival)

Local: Edifício "A eléctrica" - Dupless Club
16h:


Inauguração da Galeria “Quarto Escuro” (Video - Arte):
alexandre a.r. costa, alexandre osório, alexandre reigada, ção pestana, daniel brandão, fictionary players, hugo paquete, inês gama, israel pimenta, jorge fernando dos santos, juanjo fuentes, miguel palma, miguel seabra, miguel soares, pedro cabral santo e susana chioca.
+
Instalações:
condomínio fechado
"buzz"
+
anthony elliott
"gravity, time and motion"
+
performance/concerto
marta ângela&joão alves
"coma calhau!"

E pelas 23h:
concerto em parceria com projecto pegadas no tecto
"waste disposal machine"
convidados:
"tatsumaki"
"dj set: antónio jorge (sound factory)"


PROGRAMA DO DIA 21 de Abril
(Abertura do Festival)

Local: CAF (CASA DAS ARTES FAMALICÃO)
23h:

Public Performedia + pAL (Pedro Almeida)

Local: "Quarto Escuro" - Dupless Club, VNF
01h30m:


Luís Magalhães & Luís Figueiredo + RP